Serra da Estrela

Bem-vindo à Serra da Estrela

O Parque Natural da Serra da Estrela
Local de fenómenos geológicos, naturais e climatéricos únicos, a Serra da Estrela é muito mais do que imaginamos. É o ponto de encontro da fauna, da flora e da geologia, a 2.000 metros de altitude, numa comunhão perfeita com a natureza. Lagoas de água límpida, pedras descomunais com formas de animais e plantas curativas únicas partilham o seu flanco imponente. O ar puro que aqui se respira refresca a alma e trata da saúde (donde o nome das “Penhas da Saúde”).

No Inverno, a Serra veste-se de um manto branco de neve e convida aos desportos de inverno e à prática de atividades radicais ou a passeios com a família.

Chegada a Primavera, as flores e a restante vegetação formam um arco-íris de vida, revelando belezas insuspeitas e recônditos esconderijos. A água cristalina que corre pela Serra e os sons da natureza convidam a uns dias de paz e contemplação.

O Verão oferece a frescura das suas lagoas e propicia longas caminhadas ou passeios de bicicleta, tardes de pesca desportiva ou a descoberta de Aldeias Históricas e de interessantes museus locais.

E, no Outono, uma roupagem multicolor de tons quentes que vão do amarelo ao vermelho, com castanhos à mistura, envolve a natureza preenchendo-nos a alma e convidando para outras aventuras.

As delícias da gastronomia local, essas, duram todo o ano. Com os seus sabores extraídos da natureza como os frutos e as ervas e com técnicas de confeção ímpares, a gastronomia da Serra da Estrela ocupa um lugar de destaque no panorama nacional. Iguarias como o Queijo da Serra ultrapassam, há muito, as fronteiras de Portugal. E a história também deixou as suas marcas na Serra da Estrela onde as gentes e os costumes ajudam a retroceder no tempo, a recuperar memórias e a transmitir tradições.
Venha conhecer a Serra, com o encanto da primeira vez ou como um velho amigo reavivando saudosas memórias. A Serra espera por si, repleta de surpresas!

Natureza

Ar | Água | Terra | Gelo

A Serra da Estrela é uma das poucas regiões portuguesas abençoadas com a queda de neve, sendo revestida todos os anos de um extenso manto branco na altura do inverno e local da única Estância de Ski do país. Os vales glaciares, únicos em Portugal, são em parte responsáveis pela queda de neve e são hoje a imagem viva do efeito das eras glaciares ocorrida há milhares de anos.

Na Serra da Estrela nascem os dois maiores rios exclusivamente nacionais (Mondego e Zêzere), bem como o Alva. Junto à Reserva Natural da Malcata, o Côa exibe o mais espantoso conjunto mundial de gravuras rupestres (Vale do Côa). E as 25 lagoas de origem glaciar são os espelhos de água a maior altitude existentes no território nacional.
Por fim, é aqui que se encontra a maior área protegida de Portugal e uma das melhores Reservas Biogenéticas da Europa, o Parque Natural da Serra da Estrela.